Imprimir esta página

Presidente Flávio Carvalho e vereador Bruno Barnabé apresentam proposta de melhorias na Educação

O presidente da Câmara Municipal de Capivari, vereador Flávio de Carvalho (PSDB), e o vereador Bruno Barnabé (PSDB), apresentaram proposta de melhorias aos profissionais da educação, em reunião com o prefeito, Rodrigo Proença, e a secretária de Educação, Marília Aparecida Cardoso de Oliveira, na terça-feira, 30, na Prefeitura Municipal de Capivari. A proposta prevê equiparação salarial entre os professores da Educação Básica I e II, com os professores da Educação Infantil.
Os docentes da Educação Básica I e II recebem R$1,58 hora/aula a menos do que os profissionais da Educação Infantil. Isso tem gerado um descontentamento entre os professores.
A secretária de Educação, Marília Aparecida Cardoso de Oliveira, afirmou que deseja atender os profissionais. “Nossa preocupação e desejo é poder atender aos nossos profissionais, que merecem mais esta valorização, como reconhecimento de tanto trabalho”, disse.
O prefeito estuda a extinção do Programa de Metas e Resultados, de acordo com a Lei 3799/2011. Os profissionais passariam a receber 50% da diferença hora/aula em suas folhas de pagamento. Do R$1,58 de diferença entre as categorias, seriam pagos R$0,79 a mais aos professores de Educação Básica I e II recebem por hora de aula, para o ano de 2020.
O prefeito Rodrigo Proença recebeu a proposta e comentou como será o impacto da decisão. “A mudança impactará os benefícios como férias, 13º salário, quinquênio e aposentadoria, além das concessões, como abonadas e licença, que estariam mantidas a todos eles”, ressaltou.
O presidente da Câmara, Flávio Carvalho (PSDB), comentou que junto ao vereador Bruno Barnabé (PSDB), estudou as alternativas para a apresentação da proposta aos professores e depois ao prefeito. “Nós nos debruçamos sobre este projeto para chegar ao melhor para os professores e o Bruno (Barnabé) me propôs apresentarmos a equiparação da aula/hora e as PDIs sejam integradas através de aumento de referência, e finalmente levarmos para Assembleia, onde Bruno fez a apresentação e ela foi aceita pelos professores presentes”, explicou.
O prefeito agora estuda também, o aumento de 5% na referência do Professor de Desenvolvimento Infantil (PDI). Com as mudanças aprovadas, mais de 600 profissionais da educação municipal serão beneficiados.